Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Customização’

Elas vão ficando velhinhas e, quanto mais tempo de uso, mais gostosas ficam. O único problema é que, geralmente, essas peças de roupa ganham downgrade pra gaveta de pijamas, viram pano de chão ou acabam sendo passadas pra frente.

Neste post mostarei algumas sugestões de como prolongar a vida útil daquelas peças que já não são “presença frequente” nas top primeiras gavetas e prateleiras do seu armário, evitando assim a aquisição de mais trocentos itens similares (a.k.a desperdício de dinheiro).

1. Camiseta Básica

Você tem dezenas dessas, certo? Então, varie seu arsenal sem gastar muito. Vá até o armarinho mais próximo de sua casa ou, se preferir, calce seu melhor par de tênis surrado e vá direto para a 25 de março, paraíso paulista das bugigangas!

Post Costumização 001

Minha caixinha de costura, com o que restou desde a última visita a 25!

Lá você poderá garimpar os mais diversos itens para revitalizar suas peças de roupa como: lantejoulas, miçangas e apliques dos mais variados tipos. Depois é só fazer como a Boneca de Pano: arregaçar as mangas e por pra fora seu lado stylist

Aplique no formato de flor, em tela dourada

Para complementar o visual, e costurar o aplique na peça, foram utilizadas lantejoulas e miçangas diversas

Tcharam!! Olha que graça: ela ainda costurou umas miçanguinhas douradas nas mangas

Você ainda pode usar retalhos de tecidos e fazer apliques como os da foto abaixo:

Essa é uma criação do Ateliê Zahara!

E esta família de gatos ultra simpática é da Simone Patchcolagem

2. Jeans

Se rasgou, tem que tomar cuidado pro remendo não ficar “junino” demais. Ná dúvida (e se a altura do rasgo permitir) transforme a peça em short ou bermuda, no melhor estilo 80’s.

Agora, se o manequim aumentou alguns números nem adianta pular, passar creme, deitar na cama e puxar o cós feito louca. Se a calça é um xodó pessoal, vale a pena tentar um regime de última hora. Caso contrário, chame a Carla Cordeiro , que faz trabalhos lindos em patchwork, como essa colcha de casal  em retalhos jeans:

Vale tudo: pegar calça que não serve + do marido, pai, mãe, irmão e afins! Pela arte e contra o desperdício

Ou, por sua própria conta e risco, assuma o comando daquela máquina de costura antiga que sua mãe possui no quartinho dos fundos e bote pra quebrar!

3. Biquinis

Ô pecinha pra desgastar facilmente!

Se seu biquini estiver com a lycra firme e forte, mas com a cor meio mortinha, é possivel dar um plus na peça, costurando linhas coloridas ou até aplicando miçangas e detalhes em madeira, próprios para esse tipo de trabalho.

Imagem1

A primeira peça é de minha autoria e, a rosa, comprada em uma barraquinha na Praia do Forte - BA

4. Tênis

Já citei a customização de tênis em outro post, onde falava especificamente do All Star, porém isso é possível em outros modelos também.

Se animou? Se a resposta for positiva, aqui vão links de alguns sites que fornecem dicas práticas “passo a passo”, para que você possa dar seu toque pessoal a uma porção de coisas:

Inusitatus – Como customizar camisetas com criatividade

Portais da Moda – Como customizar seu tênis (em inglês)

Vila Mulher – Customize o seu Jeans

Faz Fácil – Patchwork passo a passo

Imprima seu estilo e faça bonito nas ruas! Quem sabe você descobre um talento nato e até ganha uma graninha com isso?

#prócustomização

Anúncios

Read Full Post »

A Surface View é uma empresa inglesa que cria murais e cortinas sob medida para cada casa. É só escolher o fundo desejado, podendo levar sua própria imagem ou contar com um acervo de mais de 1000 opções, e voilá! Sua simples cortina é transformada em uma obra de arte.

Você nem vai ficar tão triste em mantê-la fechada num dia de sol, pois o resultado é um espetáculo. Dá só uma olhada nas propostas para cada ambiente:

Escritório

Sala de Jantar

Sala de estarQuartoHall

Fonte: If it’s hip, it’s here

Read Full Post »

All Star LogoDá pra acreditar que a marca mais democrática dos últimos tempos completou 100 anos em 2008?

Fundada por Marquis M. Converse, a empresa foi pioneira na criação de um produto performance para a prática de Basketball no mundo: o Converse All Star. Mas foi o jogador de basquete Chuck Taylor que, em 1921, desenvolveu um modelo mais reforçado, com o design que conhecemos.


Na década de 60 foram lançados novos modelos e cores, fazendo com que o calçado ganhasse adeptos fora das quadras de basquete. Outros materiais foram incorporados na confecção do calçado, como couro, camurça, vinil, denim e canhâmo. Foi nesta época que o Converse All Star apareceu, nada mais, nada menos que nós pés do ator James Dean, dando um tom de rebeldia à marca. Na sequência veio a alusão ao rock n’roll, quando bandas como Ramones, Rolling Stones e Sex Pistols utilizaram o calçado para compor um visual punk / rebelde.

Hoje em dia, com uma variedade de modelos pra lá de invejável, o calçado virou ítem indispensável no guarda roupa de fashionistas e chega a ser colecionado por uma legião de adoradores, como a paulista Mariana Vilela. Fã de converse, ela fez da paixão um trabalho: customiza o calçado de acordo com o gosto do cliente.

A equação estilo + comportamento proferida pela marca deu certo: desde sua criação, em 1921, foram vendidos pelo mundo mais de um bilhão de pares All Star.

Vale a pena conferir o site da Loja Vírus, a única loja do Brasil a oferecer toda coleção Converse All Star, para todos os gostos e idades. Depois dê uma passadinha loja virtual da Mariana, a Lucky Lucy, e encomende sua customização!

Com informações do site e blog da Converse

Read Full Post »