Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \27\UTC 2009

Eu devia ter uns 2 anos quando lançaram o videoclipe Thriller.

Minha avó sempre diz que eu morria de medo,  só de ouvir os primeiros acordes da música. Disso, obviamente, eu não lembro.

Mas me lembro muito bem, uns 5 anos depois, de estar sentada no pátio do Colégio Augusto Laranja, ouvindo a fita do disco Bad no meu walkman, enquanto alguns coleguinhas tentavam mandar um moonwalk, fazendo os gritinhos típicos, ou aquele famoso passo “perna pra frente e mão no bigulim“.

Em 1991, ganhei de Natal o LP Dangerous. Ficava ouvindo o disco um zilhão de vezes e me a-pai-xo-nei por ele.  Rapidamente transformei em frisbee o LP dos New Kids On The Block e virei devota master do Rei do Pop.

Em 1993, o ápice: assisti, ao vivo e a cores, ao meu primeiro e único Moonwalk. Diante de uma multidão histérica no estádio do Morumbi, eu contemplava a figura que, no meu ponto de vista, não era uma pessoa…era um deus, um ícone, com suas luvas brancas, mocassins pretos e roupa brilhante. Seu rosto, propositalmente escondido sob o chapéu, nos primeiros acordes de Billie Jean. Passos, giros, pulos: uma performance incansável e impecável, na qual chegava a perder até 5 kilos por apresentação.

Showman. Como o mundo nunca havia visto. Como eu nunca havia visto. Não sei se algum nome da música um dia chegará a esse patamar. No meu ponto de vista, creio que ninguém chegará. Michael Jackson carregava, em seu nome, uma polêmica e, no sangue, o talento nato de alguém que havia nascido para brilhar. Mesmo que, muitas vezes, contra sua vontade.

Ainda pequeno, era obrigado pelo pai a passar horas ensaiando, o que ceifou definitivamente sua infância. Mais tarde, afirmaria, para um grande amigo e confidente, que havia feito intervenções plásticas e cirúrgicas para jamais se parecer com o pai. E, através desta luta angustiante contra seus demônios, ele se reinventou.

Literalmente.

É certo que, há anos, Michael já não produzia mais nada. Podemos imaginar o que viria se nada disso houvesse acontecido. Ele reviveria sua imagem antiga por outras formas, como em musicais da Broadway ou edições especiais de DVD’s? O “Grande Show”, planejado para meados de Julho, traria o astro adormecido à tona mais uma vez? Perguntas que, infelizmente, não serão respondidas.

Atualmente não há ninguém que bata 1/3 do que esse cara representou para o mundo da música. Com certeza foi um dos artistas mais completos que o mundo já viu. Sua genialidade é indiscutível, seus timbres, inconfundíveis e, suas performances, inesquecíveis. O brilho dessa estrela foi levado para outras paragens, porém, sua luz emanará nos quatro cantos do mundo e, sua voz, ecoará por toda a história da música.

Com a morte do homem nasce, também, um mito.

Durma bem, Michael…

Michael Jackson – Wanna Be Startin’ Somethin’

Anúncios

Read Full Post »

Hum…

Sexta Feira. Frio de rachar. Aquela bad bate em você no escritório. A única coisa na qual consegue se concentrar é no relógio, torcendo para que ele chegue na marca das 18:00 o mais rápido possível!

O que fazer? Manda um BIGODAY!

A iniciativa já rolou em diversas agências de publicidade, como Thompson e B/Ferraz e, infelizmente, não sei dizer quem lançou esta tendência.

Na Motivare, agência paulista de marketing promocional e de incentivos, o Bigoday é válido para homens e mulheres.

O lance é bem freestyle, diz Pedro Menezes, trainee de arte da agência. Somos em 80 funcionários e ninguém escapou do bigoday. É só dar uma tapa no bigode já existente ou, se não tiver, escolher o seu com a produção. E isso também vale pras meninas, que se divertem! Depois a galera sai em peso pra almoçar, cada um com seu mustache. E aí, pra comemorar o fim do dia, vai todo mundo para um Happy Hour de bigodes!

Para a agência, esse foi o primeiro Bigoday, que vinha sendo planejado há cerca de um mês. A iniciativa de instaurar o “dia do bigode” foi da equipe de criação e, pelas fotos abaixo, dá pra sentir que foi ultra bem vinda por todos!

Quem quiser conferir o restante das (hilárias) fotos do Bigoday da Motivare, basta conferir no Flickr do Peco Porto, diretor de criação da agência

Let’s Bigodar, folks!

Read Full Post »

Achei, no mínimo, divertido ver todas as capas dessa revista em um só lugar. Ainda mais com a tão polêmica edição XUXIANA (a rainha do puritanismo) numa pose pra lá de saidinha.

O aplicativo também é super bacana. Pra quem não conhece, estamos falando do Deep Zoom Composer, uma implementação da tecnologia Seadragon para uso em aplicações baseadas no Microsoft Silverlight.

Dá pra fazer coisas bem bacanas, compilar aquelas fotos da viagem de férias e fazer uma apresentação um tanto quanto diferente! Adeus apresentações de fotos em PPT’s maçantes!

Então, regojizem-se com todas as Playboy Bunnies tupiniquins

Clique na imagem para ver a demo em alta resolução! :-D

Clique na imagem para ver a demo em alta resolução! 😀

Com infos de MSN Tecnologia e Baboo

Read Full Post »

Cavalheirismo#FAIL

Read Full Post »

Encontrei na web alguns cases de marketing de guerilha ultra interessantes e decidi dividir alguns deles com vocês aqui no Blah!

Sei que a frase a seguir é meio clichê, mas dá pra ser criativo e pensar “fora da caixa” com soluções simples.

Enjoy it!

Highlighter

Campanha da Fedex Kinko's para produtos de escritório, destacando o destacável!

Papertowels

Ação da WWF sobre conscientização no uso de papel. Clara alusão ao desmatamento da Amazônia, não?

Children

Campanha contra a negligência infantil: o invisível que salta aos olhos e nos põe pra pensar.

Idéia "Duca": Malas prontas para aproveitar os descontos nas passagem aéreas da Virgin.

Idéia londrina "duca": malas prontas para aproveitar os descontos nas passagem aéreas da Virgin.

Coelhinha por um dia: nessa praia, qualquer uma pode ser a coelhinha do mês!

Playboy Bunnies por um dia: nessa praia, qualquer uma pode ser a coelhinha do mês!

Veja mais em Guerrillas Promos

Read Full Post »

Elas vão ficando velhinhas e, quanto mais tempo de uso, mais gostosas ficam. O único problema é que, geralmente, essas peças de roupa ganham downgrade pra gaveta de pijamas, viram pano de chão ou acabam sendo passadas pra frente.

Neste post mostarei algumas sugestões de como prolongar a vida útil daquelas peças que já não são “presença frequente” nas top primeiras gavetas e prateleiras do seu armário, evitando assim a aquisição de mais trocentos itens similares (a.k.a desperdício de dinheiro).

1. Camiseta Básica

Você tem dezenas dessas, certo? Então, varie seu arsenal sem gastar muito. Vá até o armarinho mais próximo de sua casa ou, se preferir, calce seu melhor par de tênis surrado e vá direto para a 25 de março, paraíso paulista das bugigangas!

Post Costumização 001

Minha caixinha de costura, com o que restou desde a última visita a 25!

Lá você poderá garimpar os mais diversos itens para revitalizar suas peças de roupa como: lantejoulas, miçangas e apliques dos mais variados tipos. Depois é só fazer como a Boneca de Pano: arregaçar as mangas e por pra fora seu lado stylist

Aplique no formato de flor, em tela dourada

Para complementar o visual, e costurar o aplique na peça, foram utilizadas lantejoulas e miçangas diversas

Tcharam!! Olha que graça: ela ainda costurou umas miçanguinhas douradas nas mangas

Você ainda pode usar retalhos de tecidos e fazer apliques como os da foto abaixo:

Essa é uma criação do Ateliê Zahara!

E esta família de gatos ultra simpática é da Simone Patchcolagem

2. Jeans

Se rasgou, tem que tomar cuidado pro remendo não ficar “junino” demais. Ná dúvida (e se a altura do rasgo permitir) transforme a peça em short ou bermuda, no melhor estilo 80’s.

Agora, se o manequim aumentou alguns números nem adianta pular, passar creme, deitar na cama e puxar o cós feito louca. Se a calça é um xodó pessoal, vale a pena tentar um regime de última hora. Caso contrário, chame a Carla Cordeiro , que faz trabalhos lindos em patchwork, como essa colcha de casal  em retalhos jeans:

Vale tudo: pegar calça que não serve + do marido, pai, mãe, irmão e afins! Pela arte e contra o desperdício

Ou, por sua própria conta e risco, assuma o comando daquela máquina de costura antiga que sua mãe possui no quartinho dos fundos e bote pra quebrar!

3. Biquinis

Ô pecinha pra desgastar facilmente!

Se seu biquini estiver com a lycra firme e forte, mas com a cor meio mortinha, é possivel dar um plus na peça, costurando linhas coloridas ou até aplicando miçangas e detalhes em madeira, próprios para esse tipo de trabalho.

Imagem1

A primeira peça é de minha autoria e, a rosa, comprada em uma barraquinha na Praia do Forte - BA

4. Tênis

Já citei a customização de tênis em outro post, onde falava especificamente do All Star, porém isso é possível em outros modelos também.

Se animou? Se a resposta for positiva, aqui vão links de alguns sites que fornecem dicas práticas “passo a passo”, para que você possa dar seu toque pessoal a uma porção de coisas:

Inusitatus – Como customizar camisetas com criatividade

Portais da Moda – Como customizar seu tênis (em inglês)

Vila Mulher – Customize o seu Jeans

Faz Fácil – Patchwork passo a passo

Imprima seu estilo e faça bonito nas ruas! Quem sabe você descobre um talento nato e até ganha uma graninha com isso?

#prócustomização

Read Full Post »

Nunca fui uma promohunter, desacreditava tremendamente a maioria das ações “descoladas” nas mídias sociais. Até que um dia a LG lançou a campanha @LGTopMount via twitter…e eu fiquei fissuradíssima no leilão daquelas delícias diárias. Não dá pra parar de olhar aquelas quatro câmeras e desejar cada item que tem dentro. Pelo prazer de apostar e ganhar, e também de comer!

Ontem, por incrível que pareça, eu consegui ser a mais rápida em uma das sessões e ganhar a sopa com croutons! Apesar de ter desejado master  os bombons sortidos, fiquei feliz pra caramba. Logo após o arremate, recebi uma mensagem super simpática do pessoal pedindo meu tel e endereço.

Para minha surpresa, hoje bem na hora do almoço, um rapaz veio me entregar o prêmio. Ele tirou uma foto minha, com o “troféu” e um papelzinho com meu nick do twitter ! Subi correndo para casa, saquei a máquina fotográfica e:

LGTopMount

Timing perfeito!! Estava urrando de fome quando recebi o pacote, e fui correndo preparar uma das três sopas, sabor tomate e manjericão! E não é que é gostosa mesmo?? Ah, mas antes disso tirei uma última foteenha:

Vono

Agora, tô tentando descolar uma sobremesa…quem sabe o brigadeiro de colher? Quem ainda não participou, deve entrar no Twitter AGORA e, pelo menos, testar uma rodada. F5 nervoso na tela e boa sorte!

Parabéns pros caras que idealizaram isso. Captaram a essência do colaborativo.

😉

PS: Mas eu queria mesmo é o pinguim de freezer igual da Mellancia

Read Full Post »

Older Posts »